Rumos definidos

by

Nada existe inútil ou somente pernicioso. Cada coisa se transforma no que desejamos venha a ser. A diretoriz que damos, faz-se responsável pelos resultados que colhemos. O rumo que imprimimos leva aos efeitos que esperamos.

A fagulha trêfega que ateia incêndio é a mesma que propicia lume para a vitória sobre a treva. O filete d’água cantante donde retiramos a linfa preciosa para a sede, ao abandono se converte em lodaçal que acolhe miasmas fomentadoras da morte. A taça que veicula veneno também se transforma em conduto para o medicamento salvador.

Logo, imprime nas tuas tarefas a diretriz do Cristo Operante, a fim de que o otimismo da realização seja o fator preponderante em desdobramento dos teus objetivos.

Se é noite, não te detenhas na observância das sombras, desde que podes clarificar o caminho. Se chove, não lamentes o tempo mau já que dispões do agasalho que te resguarda para vencer a intempérie. Ante o rio da dificuldade, não assumas a posição da rebeldia se possuis a barca do ediscernimento para vadeá-lo.

Da mesma form, considera os impositivos do fzer, no campo moral.

Muitas vezes as coisas não são como na realidade são, face à nossa observação pessimista. Tomamo-las como desejamos inconscientemente que sejam e se nos afiguram à paisagem triste dos nossos olhos sombreados de desencanto.

Aqueles que se deixaram vencer pelo estigma dos subservientes da maldade contemplam sempre pelo pior lado os painéis do trabalho, pois para eles tudo são apenas sombras e destroços.

Reflete: a catarata destruidora, quando disciplinada pelo dique e conduzida aos dínamos geradores, se converte na potência da força hidráulica que fomenta o progresso e movimenta a vida… O charco pestilento, recebendo a assistência vitoriosa da tecnologia bem dirigida, se transforma em lograndouro florescente ou em jardim de bênçãos. O cadáver em decomposição malsã ressurge da química inorgânica do subsolo como aroma sutil na flor exultante. Assim, as dificuldades qe soubermos conduzir no rumo certo se transformarão em dádivas de paz permanente após superá-las.

Detivesse-se Florence Nightingale a considerar a posição subalterna da mulher do século dezenove e não teríamos o êxito da Cruz Vermelha Internacional, superando os chacais da hediondez humana quando sobre os despojos das nações vencidas…

Receasse Edith Cavel o ministério de ajudar, não obstante o fragor da guerra, e milhares de vidas teriam perecido na Bélgica ante a perseguição inclemente, embora ela mesma acabasse sendo fuzilada…

Fora Jesus considerar os impedimentos visíveis que teria a defrontar face à sua técnica de mansidão, e o Evangelho não estaria hoje restaurando espíritos para a imortalidade feliz.

A vitória do Bem é inexorável. Tudo são trânsitos na diretriz da realidade superior da vida. Não te deixes recear. Educa o animal, educa a criança, educa-te e dá educação aos teus pensamentos para que a disciplina dos atos te favoreça com a sistemática da vitória sobre ti mesmo, através dos rumos definidos do Evangelho.

Livro: Celeiro de Bênçãos, Médium: Divaldo P. Franco.
(pelo Espírito Joanna de Ângelis)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: